Secretário de Assuntos Estratégicos participa do Fórum de Líderes de Governo – América Latina e Caribe

Fonte: Seae - DF

O secretário de assuntos estratégicos Newton Lins participa do Fórum de Líderes de Governo – América Latina e Caribe, realizado pela Microsoft, no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. O evento acontece anualmente e reúne líderes governamentais para troca de experiências e ideias sobre as oportunidades que a Tecnologia da Informação oferece na região.

O Fórum deste ano tem por tema "Gerando Impacto para um Futuro Melhor". Durante 03 dias os líderes governamentais irão explorar iniciativas para melhorar a competitividade e o progresso no sentido da igualdade social e do fortalecimento da democracia.
Durante a estada no Rio de Janeiro o secretário Newton Lins se reuniu com o diretor Corporativo da Microsoft, Ricardo Castanheira, e com a nova Chief Operating Officer (COO) da Microsoft Brasil, Cláudia Goya. A reunião teve por objetivo a ampliação dos investimentos da Microsoft em Brasília e também iniciar algumas tratativas no âmbito da educação, qualificação, inovação e empreendedorismo.
Reuniões semelhantes estão sendo negociadas com outros estados, entre eles, o Rio de Janeiro e o Paraná. De acordo com Michel Levy, presidente da Microsoft Brasil, uma parceria pública privada depende da sintonia entre as partes e do cumprimento de todas as etapas programadas.
Em anos anteriores, o evento já contou com a presença de personalidades como o ex-presidente do México, Felipe Calderón, o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, o presidente do Panamá, Ricardo Martinelli, e o ex-presidente dos EUA, Bill Clinton.

 

Energia Solar: Caminho sem volta

Fonte: Seae - DF

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Brasília recebeu um empreendimento luso-brasileiro focado no desenvolvimento da energia elétrica solar. Denominado Ecosol, o projeto foi formalmente fundado na Embaixada de Portugal em Brasília, com a presença do Secretário de Assuntos Estratégicos, Newton Lins, com o presidente da empresa Lógica, José Maria Pós-de-Mina, que é também presidente da Câmara Municipal de Moura e com associados da Câmara de Comércio Brasil Portugal Centro-Oeste.
A Secretaria de Assuntos Estratégicos vem promovendo entendimentos com os representantes da Câmara Municipal de Moura, na região do Alentejo, sul de Portugal. Diante disso a SEAE está prestes a concretizar um protocolo de intenção com o Município de Moura. O protocolo estabelece as formas e condições pelas quais os participantes do projeto reunirão esforços, recursos e competências para a realização conjunta de atividades e programas de soluções tecnológicas e comerciais para a geração e distribuição de energia elétrica por aproveitamento solar (energia fotovoltaica).
Atualmente, a maior central de energia solar do mundo com seguidores (dispositivo que acompanha a trajetória solar) está situada em Amareleja, concelho de Moura, local conhecido por ser o mais quente de Portugal e com o maior número de horas a céu aberto. Pesquisas iniciais da Secretaria de Assuntos Estratégicos apontam que o potencial para a energia elétrica solar no nosso país é imenso, porque a segunda melhor irradiação solar do mundo se encontra na região Centro Oeste do Brasil.
O objetivo da SEAE ao concretizar esta parceria com o Município de Moura é implantar um parque tecnológico, que seria o primeiro da América Latina, no Distrito Federal. O parque irá hospedar uma indústria de placas de energia solar, um laboratório de certificação internacional e uma usina de geração de energia elétrica solar. São ações como essa que fazem do GDF um governo de vanguarda que investe em inteligência e fará com que o Distrito Federal seja o precursor da energia solar no Brasil.
Para Newton Lins a utilização de energia limpa é um caminho sem volta: “a energia elétrica solar representa uma revolução para o consumidor, pois ela significa o fim da insegurança energética, através do sol poderemos ser produtores de energia em nossas casas e empresas, e quem produzir a mais poderá vender o excesso, este tipo de energia ainda promove a diminuição significativa da poluição” afirma o secretário.
Newton Lins disse ainda que a instalação de um parque tecnológico de energia solar criará 300 empregos diretos e 33 empregos indiretos entre engenheiros, projetistas, técnicos elétricos e eletrônicos a cada megawatt de equipamentos instalados. Como Brasília consome um gigawatt, se 10% da energia vierem daquela fonte, serão 3.300 novos empregos criados. Isso para atender exclusivamente o DF, sem contar com o Centro Oeste e o resto do país.

Vale ressaltar que recentemente as usinas de energia solar alemãs produziram um recorde mundial de eletricidade por hora. A energia elétrica solar que alimenta a rede nacional atingiu cerca de 50% das necessidades de eletricidade da nação à tarde, nunca antes em nenhum lugar um país produziu tanta eletricidade solar no mundo. Isso nos mostra que uma das principais nações industriais do mundo foi capaz de alcançar um terço de suas necessidades de eletricidade em um dia útil.
O governador Agnelo tem trabalhado em projetos de eficiência energética, há pouco tempo atrás foi lançado o programa Cidadania com Energia para garantir às comunidades carentes do Distrito Federal o fornecimento de energia elétrica segura e de qualidade.  Trabalhar projetos sustentáveis tem sido o objetivo da Secretaria de Assuntos Estratégicos que pretende dotar Brasília de autonomia e tecnologia de ponta. Após dois anos de trabalho da SEAE o GDF dá um passo concreto para resolver o problema de energia do Distrito Federal.

 

Setor Produtivo do DF visita as obras do Estádio Nacional

Jornal de Brasília - fonte: Seae - DF

O Secretário de Assuntos Estratégicos do Distrito Federal, Newton Lins, convidou uma comitiva formada por empresários do setor produtivo do Distrito Federal para visitar as obras do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. O grupo acompanhou o andamento das obras e conheceu projetos da cidade para os próximos anos.

Durante a visita o Gerente da Copa de 2014 no DF, Sérgio Graça, apresentou para todos os presentes o que está sendo realizado pelo Governo do Distrito Federal para a Copa do Mundo. Os projetos vão desde melhoria nas vias de acesso ao Plano Piloto, à ampliação da rede hoteleira, área de recreação, a própria reforma do estádio Mané Garrincha, treinamento de profissionais e capacitação de voluntários.

As obras do Mané Garrincha começaram o mês de março com 90% de conclusão. A previsão é de que o estádio seja entregue no dia 21 de abril, no aniversário de 53 anos de Brasília. A arena será palco da abertura da Copa das Confederações, no dia 15 de junho, e de sete jogos do Mundial de 2014.

O Estádio Nacional terá capacidade para 72 mil espectadores, será autossuficiente em energia e a reutilização de água também está prevista no projeto. A água da chuva será armazenada em um lago na área externa da arena e em cinco cisternas com capacidade para 6,84 milhões de litros, o que representa 80% da demanda do estádio.
O novo Estádio Mané Garrincha também caminha para ser o primeiro a conquistar o Leed Platinum, o selo máximo de sustentabilidade.